Resumo do Serviço Divino de palavra

terça-feira 21/07/2020

No dia 19 de julho de 2020, foi realizado Serviço Divino de palavra pelo Apóstolo José Antonio Bonaite, acompanhado do Pastor Jorge Alexandre.


Um resumo do serviço divino é disponível acessando nos seguintes links:

*Texto
*Vídeo
*Áudio

Serviço Divino de palavra – 19 de julho de 2020

Tema: Os dez mandamentos - Não matarás.

Título: O quinto mandamento.

Texto: Êxodo 20:13, que diz: “Não matarás”

Mensagem: A proibição de matar também é um mandamento. Promova a vida!

O Apóstolo início com as boas-vindas a todos Irmãos e Servos diante do altar do Senhor, onde mais uma vez receberemos da sua graça, mesmo que seja por transmissão, ainda sem a Santa Ceia, o que importa é o alimento pela palavra, através do Espírito Santo, para sermos fortalecidos, em especial para este tempo difícil que estamos passando. É o alimento que Deus nos dá para o crescimento ideal de nossas almas. Assim, precisamos saber como abrimos nosso coração e permitimos que Deus tenha o acesso. Não queremos ter a tela de onde vemos como um obstáculo para receber este alimento.

O Apóstolo foi portador de carinhosas lembranças do Apóstolo de Distrito Enrique Minio para todos.

Com exceção ao Serviço Divino em ajuda aos amados falecidos no primeiro domingo deste mês, os demais falam sobre os dez mandamentos de Deus, e hoje veremos o quinto mandamento: “Não matarás”. Quando Deus ordena a Moisés para escrever Seus mandamentos, revela uma posição para que não haja dúvida ao ser humano, no versículo dois diz: “Eu sou teu Deus”. É como um título para este documento. E no versículo três: “Não terás outros deuses diante de mim”, estabelecendo assim a vontade de Deus, colocando toda sua potestade diante de sua criação. Deus coloca seus mandamentos, não para punir mas para que o ser humano possa seguir as regras ou seja, suas indicações. Quando oramos a oração do Pai Nosso dizemos: ‘faça a sua vontade, assim na terra como no céu’. Determina para fazer sua vontade. Destaca que não devemos fazer a oração como algo comum e corriqueiro em nossa vida, mas sim nos envolver com todo sentimento e solenidade, como Jesus nos ensinou. E quando demonstramos este sentimento, então afirmamos que queremos cumprir com os mandamentos. Então vamos caminhar de forma que seja agradável aos olhos do Senhor, cumprindo com as suas orientações, seus ensinamentos, e para nosso crescimento espiritual.

Deus veio sobre essa terra através de Jesus, com o propósito de mostrar vida e doando-a. Lembremos o que está escrito em João 14:6, “Eu sou o caminho, a verdade e a VIDA e ninguém vem ao Pai senão por mim”, então diante deste versículo, podemos observar que da mesma forma que existe aquele que emana vida, também existe aquele que quer destruir, um espírito que não concorda com o que Deus ensina. Assim como está no voto da Confirmação “Eu renuncio a estas obras”, nós queremos renunciá-las e permanecer unidos a Deus, ao seu amor, sua paz. Queremos contagiar com este amor a todos que nos cercam. Jesus vai mais além sobre esse mandamento, como está escrito em 1° João 3:15, “qualquer que aborrece a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanente em si”. O Senhor espera que levemos a paz, a união, e que não aborrecemos nosso irmão, nosso próximo.

Assim, amados irmãos, reflitamos antes de falar algo que não corresponde a vontade do Senhor, cuidando também com o que se escreve nas redes sociais, para evitar grandes estragos que possam vir ao teclar para enviar. Deus não espera isso de nós, mas sim que compartilhemos sua paz, que evitemos conflitos com amigos e com quem nós amamos, porque uma pequena palavra pode desencadear uma guerra.

O amado Deus não se cansa de sua criação e continua a ajudar o ser humano de todas as formas. Lembremos que os mandamentos não são destrutivos e sim educativos, para agirmos da forma que agrada a Deus, e assim permanecemos firmes até o encontro com o Senhor em seu retorno.

GALERIA
MAIS NOTÍCIAS

Resumo Serviço Divino de Palavra - Deus nos ajuda na tentação.

segunda-feira 28/09/2020

O abraço da alma

quarta-feira 23/09/2020

Resumo Serviço Divino de Palavra - Perguntar pela vontade de Deus

quarta-feira 23/09/2020

Palavra pastoral semanal

quarta-feira 23/09/2020

Paz

segunda-feira 21/09/2020

Um diálogo único (final)

quinta-feira 17/09/2020
VER TUDO